Os tipos de câncer mais comuns na infância e adolescência são:

  1. Leucemia aguda
  2. Tumores do sistema nervoso central
  3. Linfoma
  4. Tumores do rim
  5. Neuroblastomas
  6. Tumores ósseos
  7. Câncer dos tecidos moles
  8. Retinoblastoma (câncer no olho)

Nas leucemias, as invasões das células malignas ocorrem na medula óssea. A criança fica sujeita a infecções, tem sangramentos e sentem dores ósseas. No retinoblastoma, um sinal importante é o "reflexo do olho do gato", ou seja, embranquecimento da pupila quando exposta à luz. Nesse caso, é possível identificar por apresentar em muitas situações a fotofobia (sensibilidade exagerada à luz) ou estrabismo (olhar vesgo). Esse quadro, geralmente, acomete crianças antes dos 3 anos.

Já em relação ao aumento do volume ou surgimento de massa no abdômen, como o tumor de Wilms, tende a afetar os rins, tórax e pélvis. Os que dão origem nos ossos (osteosarcoma) são tumores sólidos e podem se manifestar pela formação de massa visível ou não, causa dor nos membros e na maioria dos casos é mais comum em adolescentes. Já os alocados no sistema nervoso central (cérebro), além de causar dores de cabeça, vômitos, alterações motoras, apresentam alterações de comportamento e paralisia de nervos.

Obs.: esses sinais e sintomas podem estar relacionados ao câncer, mas não significam exatamente que seu filho tem câncer. A criança ou adolescente deve ser consultado o quanto antes por um pediatra.