Casa Durval Paiva celebra 28 anos de acolhimento nesta terça-feira (11)

Casa Durval Paiva celebra 28 anos de acolhimento nesta terça-feira (11)

A Casa de Apoio à Criança com Câncer Durval Paiva chega aos seus 28 anos, oficialmente celebrados nessa terça-feira, 11 de julho. Na data, a instituição realizará uma cerimônia recheada de momentos importantes e especiais. Para iniciar, será homenageado, em vida, o conselheiro fundador e doador do imóvel base para a fundação da Casa Durval Paiva, o empresário Fernando Paiva, avô materno de Fernando Campos.

Na ocasião, ele será presenteado com uma fotografia feita à mão por um ex-paciente, Manoel Patrício, natural da cidade de Ouro Branco/RN, acolhido pela instituição aos 9 anos de idade, durante o tratamento de uma leucemia. Hoje, curado, ele continua sendo assistido pela CDP e é voluntário no setor de pedagogia, ensinando o ofício do desenho, aprendido nas oficinas que participou na Casa.

Além disso, serão firmadas duas parcerias importantes. A primeira será uma doação da Casa Durval Paiva para o Hospital Oncológico Pediátrico da LIGA, que está em construção e irá contribuir para otimizar o atendimento especializado para as crianças e adolescentes em tratamento do câncer no RN. Essa doação será realizada por intermédio do Ministério Público do Trabalho e da Receita Federal do Brasil.

A segunda é a assinatura oficial da parceria entre a Casa Durval Paiva e o Lions Clubs International Foundation, que vai realizar uma doação, com o objetivo de estruturar e renovar mobiliários e utensílios dos leitos/quartos da instituição, espaço de auditório, estúdio de gravação e, ainda, auxiliar no transporte dos acolhidos.

A Casa Durval Paiva é uma organização social, que coleciona práticas em prol do acolhimento e de promoção do diagnóstico precoce, as crianças e adolescentes acolhidos têm hospedagem, alimentação, transporte para realização de exames e tratamento nos hospitais, medicamentos, aquisição de órteses, dentre outras ações. Nesses 28 anos, já foram atendidos mais de 1.800 crianças e adolescentes, vindos de todo o RN e também de outros estados do país. Foram reformadas 142 casas e construídas 108 novas residências, através do projeto vida e mais de 20 mil doadores cadastrados.

“Nessa trajetória, não podemos esquecer de agradecer a todos os parceiros, doadores, colaboradores e voluntários, que fazem a história da Casa Durval Paiva. Sem esquecer a nossa missão, que é acolher a criança e ao adolescente com câncer e doenças hematológicas crônicas, buscando a cura. Além de conscientizar e alertar, de forma ampla, sobre o diagnóstico precoce, que pode salvar muitas vidas. A Casa Durval Paiva mantém uma relação de confiança e transparência com a sociedade, com acolhimento, tratamento humanizado e projetos inovadores”, destaca Rilder Campos, presidente da CDP.

Na biografia da Casa, centenas de histórias podem ser narradas: algumas de perda e outras tantas de cura, porém, o que predomina é a celebração pela vida, enquanto ela existir!

Notas relacionadas