Gameficação

Fábio Ferreira

Profissional de TI – Casa Durval Paiva

 

Manter o foco da equipe e ao mesmo tempo entretê-la é um desafio para as corporações. Tendo como objetivo melhorar o desempenho produtivo, as empresas observaram a necessidade de recorrer as novas técnicas que possibilitassem a otimização desse processo, sendo assim, levando em consideração a atração natural do ser humano para os jogos, criou-se uma nova metodologia denominada de Gameficação.

Fazendo uma breve explanação sobre esse tema, a gameficação seria a utilização de técnicas de jogos, principalmente os virtuais, com o intuito de aumentar o interesse e facilitar a inserção de conteúdo e entendimento das etapas dos processos relacionados a uma determinada atividade. Sendo assim, esta técnica vem sendo grandemente aplicada nas mais diversas áreas, como negócio, vida social, saúde e educação. Nesta última, as instituições de ensino têm amplamente utilizado essa técnica para auxiliar na contextualização do conteúdo regular e resolução de problemas, incentivando o processo de ensino aprendizagem.

Podemos utilizar essas metodologias de diversas maneiras, tais como: criação - para estimular a criatividade das pessoas envolvidas, fazendo com que eles se capacitem a desenvolverem algo relevante dentro da sua área de atuação; ponto de partida - abrange a ideia de partir de algo pré-definido para que os envolvidos possam buscar soluções; simulação -  simula circunstâncias reais do cotidiano dos jogadores para que eles possam decidir como reagirão a cada situação; pesquisa e documentário - promove a pesquisa sobre determinado assunto a fim de registrar ou realizar uma explicação sobre o que foi aprendido.

No âmbito educacional, os professores observaram que a gameficação diminui massivamente a evasão escolar e, consequentemente, aumenta o rendimento do aluno. Isso se dá pelo interesse natural que esse público tem pelos jogos. Seguindo esta tendência, os profissionais da educação da Casa Durval Paiva utilizam bastante esse recurso pedagógico. Alguns resultados alcançados são: fazer enxergar nas falhas uma oportunidade de aprendizado e de iniciar uma nova etapa; aumento da assimilação de conteúdo, aliando a teoria à prática; incentivo à autonomia do aluno, pois este pode tomar suas próprias decisões; aumento do interesse em aprender, devido a forma lúdica que o conteúdo é abordado; competição saudável, estimulando a colaboração entre os participantes e o desenvolvimento de senso crítico.

Dessa forma, observamos que a gameficação é uma tendência que veio para ficar e que a não utilização desse valioso recurso pode acarretar em grandes dificuldades no engajamento dos envolvidos, seja no âmbito corporativo ou educacional. Portanto, qualquer ramo de atividade, principalmente na educação, pode implementar esse método para alcançar as vantagens por ele fornecidas.

Por Fábio Ferreira

Artigos Relacionados